Mapeamento Eletroanatômico

Mapeamento Eletroanatômico

Recentemente vários sistemas de mapeamento utilizando técnicas não- fluoroscópicas vem sendo introduzidos para facilitar os procedimentos de ablação.

 

O mapeamento eletroanatômico é um método de mapeamento endocárdico não-fluoroscópico que permite a geração de mapas coloridos e tridimensionais da propagação do impulso nas câmaras cardíacas guiando a navegação do cateter e determinando o local para a ablação.

 

O sistema é capaz de gerar diferentes tipos de mapas para facilitar o entendimento tridimensional da ativação elétrica para identificação precisa e rápida de arritmias focais ou circuitos reentrantes.

 

Clinicamente essa tecnologia vem sendo indicada em situações de taquicardia atrial, flutter atrial, taquicardia ventricular, fibrilação atrial, entre outras.

Cardiolazzi